Pirataria Digital: Um desafio difícil?

Em meio aos mares digitais, é quase impossível não existir “piratas” navegando. Você pode não se dar conta, mas quando está baixando suas músicas, séries, programas e filmes preferidos pode estar realizando pirataria.

A pirataria virtual vem se tornando algo cada vez mais comum e imperceptível para algumas pessoas. Esse conceito pode ser definido como: prática de reprodução, distribuição ou venda de produtos digitais sem autorização expressa do proprietário. Um ato corrupto que, segundo a Lei 9.609/98 pode render detenção de 6 meses a 4 anos e multa.

Só para ter uma noção: Segundo análises da ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software) e da BSA, defensoras do setor de software, 50% de todo software no Brasil está em situação irregular.

A BSA (The Business Software Alliance), organização global representante de desenvolvedoras de software, divulgou, em novembro, um levantamento sobre a utilização de programas não licenciados no Brasil, sendo registradas cerca de 9.800 denúncias, neste ano, relacionadas à pirataria digital. Esses números alarmantes só prejudicam a economia nacional. A organização constatou também que cerca de metade de toda propriedade intelectual digital no Brasil está sem devida licença.

A maior parte dos softwares piratas é baixada via torrent. Porém, isso não quer dizer que todo torrent que é baixado é ilegal. Isso de certa forma afeta a imagem desse tipo de arquivo. Somente aqueles que estão desrespeitando os direitos do produtor ou desenvolvedor podem estar nessa situação.

pirates-1693519_12801 Pirataria Digital: Um desafio difícil?

Prejudicial

Um dos motivos para não utilizar uma cópia ilegal é que ao baixá-la, você pode ter sua segurança comprometida, pois essa é uma das possíveis portas de entrada para softwares maliciosos como trojans, adwares, ransomwares e outros vírus, trazendo sérias dores de cabeça ao usuário.

Para os desenvolvedores de software e criadores de conteúdo, isso gera a perda de lucro em cima de seus produtos, pois as pessoas preferem utilizar uma cópia ilegal, de segurança extremamente duvidosa, do que ter toda a garantia e suporte do software original.

Contrariedade

Apesar de ser considerada algo imoral, a pirataria, ironicamente, tem se mostrado vantajosa e até lucrativa para proprietários de produtos, pois ela permite a divulgação dos mesmos. E ao aumentar a quantidade de usuários de um determinado software, aumenta-se a sua popularidade e dependência. Isso pode ser muito notado, principalmente, em softwares de escritório, onde o mais usado é da Microsoft.

A busca pela qualidade, segurança e suporte adequado fazem com que algumas pessoas optem pelo original, porém são valores quase insignificantes perto dos usuários que ainda preferem utilizar o software sem pagar.

Combatendo a pirataria

Em outubro de 2016, a Polícia Federal em conjunto com a Interpol, realizou a segunda fase da chamada Operação Barba Negra, que teve como objetivo desarticular organizações criminosas especializadas, em pirataria digital por meio de sites ilegais de filmes, séries e outros atrativos cinematográficos.

Ela resultou na retirada do ar de três sites: Armagedomfilmes.biz; Filmesonlinegratis.net e Megafilmeshd20.org, que juntos somavam cerca de 64 milhões de visitas, sendo que uma pequena parte dessas, ainda que curiosa, vinham de países como Japão e Portugal. A primeira fase já havia sido feita em novembro do ano passado, resultando na prisão dos proprietários do site Mega Filmes HD.

Qualquer pessoa pode denunciar uma prática ilegal de pirataria de software para as organizações especializadas nessa área citadas até o momento como a ABES.

Isso adianta?

De fato, essas medidas empregadas ajudam sim no combate à pirataria, porém é praticamente inútil, visto que a idéia da Hidra de Lerna se aplica aqui. Esse nome se refere a um monstro mitológico com várias cabeças de serpente. Quando uma de suas cabeças era cortada, outras nasciam no lugar. Da mesma forma, ao se retirar um site do ar, vários outros novos se conectam a rede.

Então, se é impossível deter a pirataria como proceder?

Calma, é possível sim deter a pirataria, porém é necessário se adaptar ao mercado. Com os avanços tecnológicos, as práticas de streaming legais se tornaram muito viáveis, práticas e objetivas ao consumidor. Um dos grandes exemplos é o serviço oferecido pelo Netflix, que concede aos assinantes a possibilidade de assistir a vários nomes do cinema.

Além dele, há também o Spotify que, ao comprar a licença de artistas, promove o streaming legal de músicas para as pessoas.

Com o devido investimento nesse mercado, a alta competitividade trará preços acessíveis à população e de certa forma diminuirá a pirataria.

E se eu não quiser pagar nada?

Existem sim alternativas grátis aos softwares comerciais. Alguns softwares gratuitos conseguem realizar as mesmas tarefas que os pagos. Quando apresentam código aberto, dependendo da licença que seguem, garantem uma interação maior com a comunidade que utiliza o programa, podendo permitir a sua modificação e aperfeiçoamento. As pessoas também podem contribuir por meio de doações, visando melhorar cada vez mais sua experiência com a aplicação.

Como uma grande referência a esse tipo de software, tem o kernel GNU/Linux. A partir dele foram e ainda estão sendo desenvolvidos vários sistemas operacionais ou comumente chamados de distribuições. Em sua maioria são gratuitas e promovem uma diversidade de sabores para agradar aos usuários.

Em termos de aplicações cotidianas, temos o GIMP, Audacity, Handbrake, Krita, Natron, Inkscape, LibreOffice, VLC, entre outras… São as mais conhecidas dentro desse tipo,

porém, algumas são pouco utilizadas pela maioria das pessoas, pois não tem muita divulgação e, devido a maior parte das pessoas utilizar softwares pagos ou piratas, acabam não sendo uma opção vantajosa.

Enfim, somos todos ou já fomos piratas. A crise econômica é uma das causas para a entrada nesses mares escuros. A situação econômica só melhorará a partir do momento em que nos dermos contas e assumirmos valores morais e honestos que são impostos durante nossa educação.

Pirataria Digital: Um desafio difícil?
5 (100%) 1 vote
The following two tabs change content below.
fc387eac905f1697e7cf9ffd827fe7ae?s=80&d=mm&r=g Pirataria Digital: Um desafio difícil?

Snevow (C. C. White)

Garoto tímido, admirador da tecnologia, gosta de se aventurar pelo mundo digital à procura de algo diferente e que possa despertar sua curiosidade.
fc387eac905f1697e7cf9ffd827fe7ae?s=80&d=mm&r=g Pirataria Digital: Um desafio difícil?

Latest posts by Snevow (C. C. White) (see all)